Translate

SDC

quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

La Maison...definitivamente uma noite diferente!! ;)

Depois de algum tempo no meio já começamos a conhecer os "cantos à casa" e a sentirmo-nos cada vez mais à vontade em ambientes liberais. Apesar de ainda haver muitos clubes em Portugal e na Europa que temos curiosidade para experimentar, sentimos que começamos a definir as nossas preferências e a termos os nossos clubes de eleição, tanto no que toca à qualidade do espaço, casais que os frequentam, música e animação que oferecem. Em nossa opinião, os nossos 2 clubes preferidos estão situados no Norte do país, não fossem ambos geridos com filosofias e conceitos muito aproximados, ou seja discotecas completamente liberais onde tanto é possível ir beber um copo, dar um pé de dança, ou acabarmos a 2, a 4, ou numa orgia louca com outros casais swingers, a verdadeira filosofia do "tudo é permitido e nada é obrigatório!".

Recentemente e a convite de amigos revolvemos ir conhecer um novo clube, que curiosamente tinha como festa tema de festa o seu próprio encerramento. Ou seja optamos por ir conhecer um clube no último dia em que iria funcionar nas atuais instalações...estranho mas verídico!! :)

Avisaram-nos logo que a filosofia era totalmente diferente do que estávamos habituados, ou seja nada de clubes a abarrotar, festas com mais de uma centena de casais, música de discoteca e ambientes frenéticos. Aqui a filosofia era propositadamente inversa, uma casa com espaços muito intimistas e acolhedores, bem decorada e com um ambiente calmo e recatado de modo a promover a interação e o convívio entre casais...não sei como é que a menina aqui foi convencida, mas os argumentos utilizados foram de tal forma convincentes que trocou de imediato a ideia de ir a uma festa que prometia ser de arromba por uma saída calma a este novo clube.

Bem "long story short" o jantar foi como qualquer bom jantar de amigos, divertido, cheio de olhares "pelo canto do olho" ;) , provocações, comida divinal, tudo em boa companhia e numa cidade que nos deixa muitas saudades e boas recordações. Ainda deu tempo para as meninas provocarem uns torcicolos no restaurante, sim as roupas estavam muito apropriadas para uma visita a um clube, mas bem abusadas para um restaurante "normal", mas temos pena, quem não gosta tem bom remédio...nós os meninos estávamos a apreciar as vistas e nenhum de nós se queixou!! :)

Fomos até ao clube e a primeira surpresa foi o local, completamente insuspeito, uma casa antiga em pleno centro da cidade o que obrigou a algumas voltas à procura de estacionamento e a uma pequena caminhada até ao clube...uma caminhada com umas vistas fantásticas. Fomos recebidos pela dona do espaço, muito simpática e que me apanhou o nome à primeira, caso para dizer "há mais Marias na terra!", neste caso "Marias" bem frescas para já conhecerem o nome tão bem ;) . Ficamos cheios de vontade para ir explorar o espaço com o nossos amigos, afinal eles conhecem bem os cantos à casa e fizeram as honras da casa. Bem ficamos impressionados logo à entrada, se do exterior nada fazia imaginar que se tratava de um clube de swing, o interior estava muito bem decorado e super acolhedor, velas espalhadas pela casa e duas, sim duas, lareiras acesas que criavam um ambiente bem acolhedor, muito intimista e davam ao ambiente um toque muito sensual.

Apesar de ser a última noite do clube e de estamos a gostar do espaço, a companhia e as trocas de olhares do jantar não iam passar em claro e rapidamente as provocações subiram de tom e os olhares deram lugar a toques e caricias. Não tardou a que fossemos visitar o quarto escuro os quatro, afinal era o lugar mais afastado das lareiras e quentes já estávamos todos...bem o facto de ser o quarto mais perto de onde estávamos e com uns sofás a pedirem para ser usados também deve ter pesado na decisão, se bem que não foi propriamente algo discutido, aconteceu e tirando a parede gelada soube muito bem...espero que os vizinhos do lado não se tenham importado por termos usurpado meia sala, mas o calor era muito!!

(a banda sonora de um dos shows mais quentes da noite)

Já mais calmos, voltamos ao bar e passamos um bom bocado a conversar, com os donos e outros casais que estavam naquela noite. Soubemos que o clube irá abrir em breve noutro local e percebemos a filosofia e a lógica de ter um espaço mais pequeno e intimista, até porque a proximidade e ambiente relaxado realmente facilitam a conversa e o convívio entre os casais. A música virou para ritmos latinos e ainda tivemos direito a assistir a alguns shows de varão muito sensuais e um outro show bem especial no balcão do bar, com a dona do clube a mostrar toda a sua autoridade e a fazer cumprir uma das promessas da noite, uma dança no varão a duas...e que dança. Não foi a única dança da noite, aliás tivemos direito a várias e muito boas danças no varão, o que nos deixou cheio de pena de não termos ido mais cedo visitar este clube, afinal andamos a perder um ambiente bem divertido e tão pertinho de casa...ai, ai, vamos ter de estar mais atentos no futuro.

Bem lá decidimos ir experimentar as lareiras e sim estava-se muito bem à lareira, com pouca roupa e muito bem acompanhados e quando se mistura África com América do Sul o resultado é bombástico e muito caliente!! E a temperatura voltou a subir....a subir em flecha até já pouco ou nada importar tudo o que se passava à nossa volta...África e América do Sul, uma mistura explosiva!! Ficamos definitivamente fãs do clube e com muita de pena de não poder voltar, mas vamos marcar presença na reinauguração isso sim já está prometido!

Quando menos esperamos somos surpreendidos por pessoas que tal como nós encaram o swing e as relações de uma forma muito aberta. Obrigado meninos por nos terem dado a conhecer este clube único...agora é a nossa vez de retribuir! ;)



Beijinhos e abraços,







terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Uma "chave" na espuma!

Andamos há tempos para escrever sobre a ultima e primeira festa da espuma a que fomos. Por incrível que pareça tanto um com o outro éramos "virgens" no que toca a festas da espuma e esta tinha um significado muito para além da própria festa...no seguimento do que já aqui escrevemos no blog, sobre o sexo com ou sem envolvimento, na nossa experiência no swing sempre nos envolvemos com pessoas por quem temos um grande carinho e em alguns casos uma amizade muito forte, muito próxima e muito para além do swing. Esta festa para além de ser uma festa muito frequentada, ia ter a presença de um casal que significa muito para nós, com quem temos um grande envolvimento e com quem na altura não estávamos bem, digamos que no swing nem tudo é um mar de rosas e não sendo feito por máquinas há sempre sentimentos e emoções à mistura...e definitivamente nós não somos máquinas.
O jantar foi animado e conhecemos alguns casais interessantes, simpáticos e divertidos e saímos do restaurante com o objetivo de ir ao clube e de continuarmos na onda de boa disposição e reconciliação, tendo sempre a ideia presente de não criarmos mais problemas entre os quatro, naquela noite amigos apenas.
Resultado da festa...xau calções
Chegamos ao clube e imediatamente gostamos do que vimos, por um lado não nos sentimos deslocados, já tínhamos conhecido muitos dos casais que estavam no jantar, vantagens de estarmos no meio de AMigos e por outro lado o clube é fantástico, um dos melhores que já frequentamos e o staff, muito profissional, acolhedores e simpáticos. A festa ainda não tinha começado e aproveitamos para nos ambientar, trocar mais algumas impressões com alguns casais e fazer uma visita guiada para conhecer o clube com mais atenção.

A pista foi dividida em duas partes, uma com espuma outra sem espuma com acesso ao bar, a entrada fazia-se junto à cabine de som e o DJ de serviço começou a animar o ambiente. Quando abriram o canhão de espuma, foi a loucura, música, espuma e rapidamente a pista encheu e a loucura começou. De inicio tudo muito bem comportado, depois, o calor da espuma, dos corpos juntos e algum álcool começaram a fazer efeito e rapidamente a pouca roupa começou a desaparecer e os encostos deram lugar às caricias, aos beijos e a muita "agarração". Bem connosco não foi diferente, dançamos, divertimo-nos, agarramos, fomos agarrados, beijamos e fomos beijados...as festas da espuma são conhecidas pela loucura e num clube de swing a loucura é simplesmente indescritível, só vivendo uma para saberem do que estamos a falar! ;)

Resumindo, sem esperarmos e sem nenhum tipo de planos, acabamos por nos envolver com um dos casais do jantar :) , o que nos levou a um dos privados, daqueles nada privados diga-se de passagem e para resumir uma noite inteira e muito divertida, acabamos por sair já de manhã do clube, bem dispostos os quatro e a trocarmos contactos. A verdade é que não os conhecíamos até aquela noite e apesar de termos passado uma noite fantástica, só os viemos a conhecer melhor depois daquele dia...se isso é um problema, não nos parece, afinal o swing pode ser vivido com mais ou menos envolvimento, mas sempre com atração física e química sexual. Como já dissemos, sexo sem envolvimento é possível e muito bom, mas quando há envolvimento todas as sensações são vividas de uma forma muito mais intensa, se esse envolvimento é um risco emocional....talvez, mas a vida é um risco e não é por isso que deixamos de a viver certo!?!?
Não percebemos bem porquê mas estas festas deixam-nos sempre com a libido muito acesa! ;)

PS: Continuamos à procura dos calções de ganga desaparecidos...se viram uns cheios de espuma tamanho M, podem devolver-nos SFF!!! :p


Beijinhos e abraços,







quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

O "vício" do Swing

Há pouco tempo fizemos uma saída à noite com amigos, amigos verticais sem nenhuma ligação com o swing ou meios liberais, amigos de longa data, uns de mente mais aberta do que outros é verdade, mas todos pessoas bem dispostas e muito divertidas. Os jantares são por norma bem regados, este primou pelo bom vinho tinto e pela sangria que deixaram todo o grupo bem disposto e animado para uma noite bem divertida.
Coincidência ou não, naquela noite e depois do jantar acabamos por reencontrar amigos que não víamos há anos e acabamos por ir em boa companhia e muito animados até um dos bares mais frequentados, ambiente cuidado, animado e com boa musica. É certo que quando juntamos amigos, álcool, boa música e muita diversão a noite começa a ganhar aquela dinâmica de bola de neve onde tudo se alinha para transformar uma saída para jantar com amigos, numa madrugada bem intensa, muito louca e divertida.

É nesta altura que olhamos um para o outro e de imediato sabemos o que cada um está a pensar...."esta noite está a ser muito boa, MAS falta aqui algo!". A ideia de uns amassos na pista ao som da música, um toque sensual no corpo de outra pessoa, um beijo a 3, pessoas à nossa volta vestidas de forma sensual, sexy's e muita lingerie...de imediato olhei para o balcão e sorrimos os dois, ótimo para um belo dum oral e o calor começa a aumentar... Bem, mas não estamos num clube de swing, o espaço é ótimo, cheio de gente gira e bem disposta, mas definitivamente NÃO É um ambiente liberal!! :)

A noite foi sem nenhuma dúvida fantástica, super divertida, com grandes amigos, mas ficamos ambos com a sensação de que sim, já vivemos muito mais loucura, glamour e sedução...ficou a vontade de seduzir abertamente, provocarmos e sermos provocados, fodermos e sermos bem fodidos caso a companhia e a vontade batessem mais alto. Faltou tudo a que as noites de festa em clubes de swing, nos habituaram, pessoas bonitas e bem dispostas, vestidas para seduzir, muito erotismo, muita sensualidade e ambientes carregados de energia sexual...noites que não se esquecem e que nos deixam cheios de vontade de repetir.

Hoje em conversa chegamos à conclusão de que sim o swing é efetivamente viciante, que é impossível comparar uma noite muito divertida com amigos, com uma noite com amigos num clube de swing. Tudo é incomparável e percebemos a razão de tantos amigos e conhecidos, que noite após noite acabam por preferir uma saída para o swing do que uma saída menos intensa e louca com amigos de fora do meio liberal. Percebemos também o quanto "perigoso" é deixarmo-nos seduzir por completo por este meio tão intenso e rico visualmente, emocionalmente e "sensorialmente", quem já viveu uma noite intensa de swing sabe bem o que estamos a falar, sim é bom, é bom de caralho!!

 A vida é feita de equilíbrios e o swing obriga-nos a não descurar este aspeto tão importante da nossa vida, nós, a nossa família e todos os nossos amigos...afinal o swing em boa companhia e com moderação é benéfico e é capaz de reforçar a nossa relação, em excesso pode tornar-se viciante e sim, pode ser um foco de problemas e riscos, como em tudo na vida é preciso procurar um equilíbrio constante...fez-nos lembrar da "teoria dos croissants", mas isso é tema para outro dia!! ;)


Beijinhos e abraços,







sexta-feira, 27 de novembro de 2015

A lei da atração universal...dos corpos!

Com apenas dois anos no mundo swinger, mas com uma experiência simpática a dois enquanto casal temos vindo a desfrutar desta aventura e aprendendo imenso sobre nós próprios como indivíduos e como casal, sim porque quem pensa que swing é apenas sexo, ou traição consentida está muito longe do que realmente é. Longe de fazer um ensaio sobre o que é o swing, até porque as expectativas e o que cada um pretende para si é completamente diferente de pessoa para pessoa, há algo que sempre nos intrigou ou seja a qual a fórmula para nos excitarem e nos provocarem desejo e atração, podendo pontualmente permitir, ou não, o crescimento de amizade e até envolvimento emocional.

 
Há uma frase sobre a questão das atrações, que retenho desde as nossas primeiras visitas ao Sensualidades, ou seja muitas vezes vemos casais que procuram determinados perfis, determinados intervalos de idades e sobre isso disseram-me uma vez "não é uma questão de idade ou físico, é apenas uma questão de atração e desejo". Se à primeira vista é óbvio que sim, tudo gira à volta do desejo, a verdade é que já nos envolvemos com casais mais velhos, com casais "normais", sem aquele físico de modelos de revista, ou seja se no campo da fantasia acho que a esmagadora das pessoas fantasia com os corpos definidos das celebridades,  na prática, pelo menos connosco, a atração e o desejo não são apenas fruto da imagem, das fotos mas sim de daquilo que as outras pessoas provocam em nós. A capacidade de nos provocarem, a forma como reagem às nossas provocações, aquilo que a fera cá de casa chama "carvão para a locomotiva", ou seja alimentar o jogo de sedução e não se limitarem a um mero "estamos interessados, bora lá!". Com isto não quero dizer que não temos preferências, que não gostamos de pessoas bem parecidas, sensuais e que não há padrões de beleza mínimos...possivelmente até somos muito exigentes no que toca a esse campo, mas são os nossos gostos pessoais e como nós também não agradamos a todos, nem todos nos agradam, só temos de respeitar as opções alheias e saber encaixar uma nega ou até a falta de interesse.

Uma das coisas que notamos desde que estamos neste meio é que muitos casais swingers fogem de todo o tipo de envolvimento emocional, seja o da simples amizade entre 4 pessoas, seja até com o "desligar" depois de uma noite de envolvimento, não há formulas perfeitas, cada um lida como acha melhor com as relações do swing, mas connosco não tem funcionado assim. Admitimos que gostamos de alimentar este jogo de sedução, algo similar à lei da atração universal, pois se na física é a lei que mantém o universo unido, nas relações é ela que mantém a chama acesa e bem intensa, o efeito que nós provocamos e o efeito que os outros provocam em nós são definitivamente aquilo que nos causam maior desejo e atração.
Uma vez colocamos a questão a nós mesmos de poder haver sexo fantástico sem envolvimento e sim é perfeitamente possível....mas se houver envolvimento, se houver atração e desejo para além da tesão do momento, bem então fica definitivamente muito melhor!! ;)


NOTA: Há um corpo que me atrai há muitos, muitos anos...atrai-me, dá-me tesão, provoca-me, tira-me o fôlego e satisfaz-me muito para além do óbvio e é por isso que adoro fotografa-lo de todas as formas e feitios! ;)


Beijinhos e abraços,





sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Arroz doce...

Só porque às vezes apetece-nos misturar a beleza dos locais por onde passamos, com a sensualidade de um corpo bem feminino...aqui ficam algumas fotos tirada bem no meio dos campos do arroz do Mondego.

Literalmente foi um prazer tirar estas fotos, ficaram muito bem e abriram o apetite para muito mais! ;)







Beijinhos e abraços,





quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Sangue, suor, lágrimas e...sal!!

Fotografar para nós não é tanto uma questão de exibicionismo, mas uma forma de captarmos o que achamos sensual, erótico e o que nos provoca prazer, desperta os sentidos e nos deixa sensíveis à beleza feminina e masculina.

Não fotografamos para uma linha editorial, não fotografamos para sermos avaliados, fotografamos por prazer, para nós e pelos nossos "olhos". A sensualidade está em nós, afinal não existe nem nunca existirá uma linha que separa o erótico, do sensual e do pornográfico....ou se gosta ou não se gosta!

Esta sessão correu particularmente bem, porque conseguimos captar as imagens que queríamos, porque o fizemos com público, (fazemos um parênteses para agradecer a simpatia com que o marnotos nos permitiram fazer esta sessão de fotos...esperamos que tenham gostado tanto como nós), porque as poses e o ritmo da sessão foram fantásticas e porque terminamos com um enorme sorriso pela "aventura" e pelo resultado....esperamos que gostem! ;)

Aliar a safra do sal, com o erotismo e a sensualidade de uma mulher fantástica é algo que à partida só poderia correr bem, adoramos esta actividade secular, dura, árdua, mas de uma beleza ímpar...quase tão bela como as curvas e a sensualidade de uma mulher.




As próximas sessões já estão marcadas, mas se quiserem deixar sugestões de locais, situações ou ideias é sempre bom ter alguma ajuda...acima de tudo é óptimo ter alguns desafios interessantes e bem provocadores, dêem ideias e provoquem-nos!!

Beijinhos e abraços,



quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Provocar-te...sim adoro!!

Provocar-te, sentir-te a enlouquecer, o teu corpo a vibrar e provar-te até à última gota...adoro!!





Beijinhos e abraços,



quarta-feira, 29 de julho de 2015

Sessão de fotos na Natureza

Era daquelas coisas que realmente não tínhamos muita paciência, tirar fotos...de vez em quando uma ou outra provocação com o telemóvel ou aquela foto picante para mais tarde recordar. Como em tudo na vida acabamos por ser sempre influenciados pelos amigos e esta paixão não foi diferente...de um fim-de-semana delicioso no meio da Serra ficou muito mais do que as recordações de momentos únicos, ficou também o gosto pelas fotografias sensuais, eróticas e às vezes bem ordinárias. ;)





Como em tudo na vida depende do dia e da vontade....agora deu-nos para isto e a verdade é que faz um bem danado ao ego e à libido!! ;)



Beijinhos e abraços,



quarta-feira, 15 de julho de 2015

A Hora do Sexo na Antena 3...o verdadeiro serviço publico!!

Um dos maiores "problemas" que enfrentamos quando adoptamos um estilo de vida liberal e decidimos entrar também no swing foi precisamente a dificuldade de informação sobre o tema, não sobre como se faz, nesse particular nunca tivemos problemas de maior (:p hahahaha),  mas sim na dificuldade de racionalizar sobre pensamentos, sensações e sentimentos...podemos falar a 2 sobre tudo, mas é muito importante que pensemos realmente nos nossos sentimentos e nos sentimentos um do outro, afinal é uma aventura a 2, mas começa em nós mesmos, nas nossas seguranças, fantasias e desejos...bem dirigido é uma viagem fantástica, mas como em tudo na vida há o lado negativo, os nossos medos, ansiedades e inseguranças, com esses sim é necessário pensar, racionalizar e perceber qual a melhor forma de lidar com eles.

A Antena 3 com este programa de verdadeiro serviço publico ajudou-nos imenso, não só a gerir todos os sentimentos que inicialmente sentimos, como a gerir todas as experiências, positivas e negativas que fomos sentindo e que são parte da viagem, afinal nenhuma viagem verdadeiramente interessante é feita sem um ou dois precalços.
Revemo-nos em muitas das dúvidas e dos temos abordados, muito mais do que apenas como casal, swingers, pai e mãe, homem e mulher...revemo-nos como pessoas e mesmo quando sabemos a resposta e o tema é claro como água, voltar a pensar com uma experiência diferente ou após algum tempo dá-nos sempre uma nova visão sobre os mesmos.


http://www.rtp.pt/play/p375/a-hora-do-sexo
Raquel Bulha e Quintino Aires na Hora do Sexo - Antena 3

http://www.rtp.pt/programa/radio/p3037
Blog: http://www.rtp.pt/antena3/hora-do-sexo
RTP Play: http://www.rtp.pt/play/p375/a-hora-do-sexo (podem ouvir aqui directamente!)

Obrigado Raquel e Quintino por fazerem um dos melhores programas sobre sexo...somos fans dos podcasts da Hora do Sexo especialmente quando os ouvimos a 2, obrigado por nos ajudarem a crescer! ;)


Beijinhos e abraços,



segunda-feira, 13 de julho de 2015

Para nós são...dois cafés, sem açucar, medronho e torradas SFF!!

Há combinações de tão improváveis que são, que não somos capazes de as imaginar. O mesmo acontece para situações, pessoas e atrações instantâneas...às vezes basta um olhar, um toque ou um beijo para sabermos que estamos face a alguém especial, não tem explicação lógica, sente-se apenas!
Quando se trata de casais as probabilidades são ainda menores, mas acontece...há pessoas que ao primeiro olhar ao primeiro toque e sabemos que são especiais, na dúvida o primeiro beijo tira todas as dúvidas, se é que existem ainda...

Passar por uma situação destas é algo muito intenso, até porque sexo sem limites e com entrega total num primeiro encontro é algo que assustaria a muitos dos swingers que conhecemos, alguns procuram toda a vida por uma noite destas, outras fogem dela como o diabo da cruz...

Connosco já aconteceu, depois de um cruzar de olhares, umas provocações, um convite para café e de repente um turbilhão de emoções...devemos, não devemos, arriscamos, não arriscamos, é só café certo? Chegamos, somos recebidos com tanto à vontade, sorrisos e o nervoso desaparece na hora, conversa boa, café e duas rodadas da "garrafa do swing" e de repente as bocas tocam-se, as mãos disparam e a roupa desaparece. A temperatura sobe e a loucura também, sem desinibições, sem pudor, só e apenas corpos completamente sincronizados e ver, dar e receber prazer...desliga-se do mundo e o mundo desliga-se de nós, nada mais interessa a não ser...a não ser sentir o prazer que provocamos e o prazer que nos provocam. Os cheiros misturam-se com os sabores à medida que os corpos mudam de posição, de parceiro, de ritmo e de intensidade...nesta fase os limites esbatem-se e a provocações são mutuas, tantas que quando terminamos estamos os 4 completamente esgotados, saciados e com um sorriso e uma cumplicidade que parece que dura à anos...momentos sempre especiais e únicos, acima de tudo muito intensos. O ultimo foi assim totalmente inesperado, terminou com torradas já de dia e com uma cumplicidade enorme...acima de tudo terminou com uma vontade gigante de repetir...felizmente o swing continua a proporcionar-nos bons momentos e a possibilidade de crescermos individualizante e como casal.


Há uns tempos escrevemos aqui no blog, sobre a questão de ser ou não possível sexo fantástico sem envolvimento....sim é, definitivamente é, mas a verdade é que há pessoas especiais que vão sempre fazer parte dos nossos corações. É possível o sexo sem envolvimento, mas quando é assim, único e especial, o envolvimento surge naturalmente. Aprendemos que não tem de ser um namoro, exclusivo e repetitivo, mas para nós é impossível desligar de pessoas que nos tocam tanto e com tanta intensidade...pode ser perigoso, mas preferimos arriscar-nos do que não viver estes momentos...afinal tudo na vida é um risco!! ;)

Beijinhos e abraços,


Visita às Sombras do Algarve...!!!

Nada como as férias para nos fazer carregar baterias e deixar com a libido em altas...praia, calor, pouca roupa e marcas de bikini e fatos de banho bem sensuais fazem milagres e provocam-nos muito calor...mesmo muito calor.

Se a isto juntarmos provocações de amigas, fotos sem parte de baixo do bikini em praias familiares e com "publico" a 2m, visitas de amigos coloridos no fim-de-semana e uma saltada relâmpago ao um clube de swing recentemente aberto no Algarve, bem então a libido dispara em flecha! ;)


À boa maneira cá de casa, decidimos ir 2h antes da abertura do clube, inicialmente não éramos para sair, eventualmente uma saída curtinha para uns bares "normais" e quem sabe uns amassos na praia, mas quando soubemos que o clube era muito pertinho, a 5 minutos, de onde estávamos "contratamos" a babysitter e lá fomos de telemóvel no bolso "just in case". Primeira passagem no Shooping para comprar roupa, afinal era dia de festa temática e as únicas roupas que tínhamos eram calções e chinelos de praia, mensagem para o clube a fazer as apresentações e a pedir as coordenadas GPS e passagem rápida em casa para tomar banho e preparar para a saída.

Chegamos ao clube, estacionamos e ligamos a confirmar se estávamos no sitio certo...e estávamos, fomos recebidos pela porteira mais bem vestida e mais simpática de todas, de capa, lingerie e com um sorriso rasgado, isto sim é uma receção 5 estrelas! Fizeram-nos a apresentação do clube, muito espaçoso, bem decorado e com pormenores fantásticos e muito acolhedores...o chuveiro, sim o chuveiro é "o espaço"!! :)


Noite animada, boa música, pessoas bem dispostas e um ambiente muito informal, tivemos a sorte de ter combinado um café com um casal "da casa", com quem já tínhamos trocado algumas mensagens virtuais e que nos apresentou a nós e aos nossos amigos, literalmente mais de metade dos casais. Conversa boa, riso fácil e pessoas atraentes e desinibidas...o tipo de ambiente que adoramos, afinal o swing não é só sexo, é um misto de convívio, amizade, sexo e provocação.


A noite começou a aquecer com um show de pole dance, muito sensual, muito talento de uma pequena algarvia marafada ;) ...muitas fotos, muita diversão e o calor a aumentar no varão e ainda mais na plateia...mojitos, sangria e café....mistura letal e quente, muito quente, tanto que começamos a ferver os 4, em pé é bom, mas deitados é melhor ainda!!
Fomos visitar os privados, espaço bem pensado, com janelas "indiscretas", tudo bem disposto e muito bem decorado, amplo e muito agradávél. O único defeito é que o ambiente aqueceu tanto, que em vários momentos olhamos à procura da lareira ou para ver se alguém tinha ligado o ar condicionado no quente....estava calor, muito calor e os corpos e os sentidos estavam completamente incendiados, afinal a vontade estava em alta desde há alguns meses e ali não havia nada que nos impedisse de desfrutar cada pedacinho uns dos outros. Corpos a escorrer e rapidamente começam os gemidos os gritos e o prazer em alta, tudo muito bem coordenado com os "vizinhos" do privado ao lado que estavam também a aproveitar bem a festa...dois privados bem animados como gostamos e com 8 pessoas a desfrutar de tudo o que as sombras algarvias têm para oferecer...loucura prazer, muita diversão, orgasmos...uma noite fantástica...não vamos entrar em pormenores, apenas que foi necessário fazer algumas pausas para repor líquidos e arrefecer os corpos com redbull, água gelada e mojitos!!

Na saída dos privados, cruzamo-nos com os "vizinhos"...afinal eram conhecidos, mirada entre todos e aqueles sorrisos de quem pensa "pena a parede, isto a 8 tinha pegado fogo!". Ficou a sugestão para aproveitar o chuveiro..."a água está uma delicia"...e estava mesmo, deliciosa, fresca e soube tão bem sentir-la na pele a ferver, tudo em conjunto com mãos delicadas, corpos cúmplices encostados a nós...se não fosse pelas horas, o chuveiro tinha sido inaugurado e os privados usados novamente....vai ter de ficar para outra visita, mas está prometido!! ;)


Na despedida, mais uns shoots para retemperar energias, umas brincadeiras, muitos olhares cúmplices...e a certeza que aquela não vai ser a nossa última noite nas sombras do Algarve...ficou a vontade de voltar, até porque temos contas a ajustar com os novos amigos. Definitivamente a noite valeu pelo envolvimento a 4, pela simpatia com que fomos recebidos e pelo espaço...por isso e por duas "miradas" especiais que nos deixaram novamente a ferver...ou somos nós ou o calor do Algarve tem realmente qualquer coisa de especial!! ;)

A parte dura destas loucuras é sempre a gestão do dia seguinte, sem dormir e em modo família, às vezes fica difícil, mas nada que não se aguente, especialmente quando os amigos horizontais e coloridos são também bons amigos verticais...assim fica ainda mais fácil!! ;)

Beijinhos e abraços